Notícias


Consciência Ambiental: Descarte correto de pilhas e baterias

Imagem de fundo

Consciência Ambiental: Descarte correto de pilhas e baterias

Postado em: 19/02/2014 por Administrador | Voltar



O que fazer com tanta pilha e bateria após seus períodos de uso? Sabemos que esses materiais são perigosos porque são ricos em metais pesados, como o cádmio, chumbo e mercúrio, que são extremamente perigosos à saúde humana. Dentre os males provocados pela contaminação com metais pesados está o câncer e mutações genéticas, além de causar males intensos ao meio ambiente.
O problema se dá quando esses materiais são descartados e passam por deformações na cápsula que os envolvem: amassam, estouram, e deixam vazar o líquido tóxico de seus interiores. Esse líquido se acumula na natureza, que representa o lixo não biodegradável, ou seja, não é consumido com o passar dos anos. A contaminação envolve o solo e lençóis freáticos prejudicando a agricultura e a hidrografia.
Justamente por serem biocumulativas é que surgiu a necessidade do descarte correto de pilhas e baterias usadas. Uma boa forma de solução é comunicar o fabricante e enviar o material de volta para ele, que dará ao mesmo o destino correto.

 

Siga os passos abaixo e previna um mal à humanidade:

 

• Não descarte pilhas usadas junto com o restante do lixo;

• Separe as pilhas em recipientes fechados;

• Procure o depósito apropriado para esse lixo ou envie ao fabricante.

 

Se em sua cidade não existem depósitos como este, escreva para o prefeito, e se for necessário para o deputado estadual, federal, enfim para alguém que possa exigir a implantação deste tipo de lixo.
Outro procedimento que ajuda a prevenir lixo tóxico em casa: Na hora de comprar brinquedos, evite os movidos à pilha.


Deixe seu comentário


Coral Encanto Jovem
Gremio Recreativo Guarda Mirim